Friday, June 02, 2006

Até que a morte nos encare

- Casa comigo?


- Eu caso. De vestido branco, com flores no cabelo, de coração acelerado, com as mãos tremendo.Caso. No meio de um campo aberto, com a lua cheia. Vou casar. Pra viver dois e ser um, pra ter vários, pra ver envelhecer, pra não deixar esse amor morrer, pra eu nunca ter que te esquecer... pra gente dançar muito, até a noite amanhecer.

2 Comments:

Blogger Diante de mim, eu mesma! said...

Deixa eu ser madrinha? Com margaridas no cabelo e pés descalços na grama! Ou então dama de honra, que nunca fui! Mas juro que para isso não precisa experiência. Cato logo duas estrelas no céu, coloco dentro do cestinho da cor do seu véu, e quando vocês chegarem sorrindo pra receber as bênçãos do amor, minha bochecha cora, muda de cor! Faço o lugar ficar cheio de calor e aí...
eu "amadrinho" o casamento. Que é dando o meu amor pra esse casal, com cheiro de fulô!

7:15 pm  
Blogger juju said...

que coisa marlinda! parabéns pelos belos textos!

8:51 am  

Post a Comment

<< Home